Dalai Lama acusa chineses de voltarem a matar no Tibete

Dalai Lama acusa chineses de voltarem a matar no Tibete

Tropas chinesas abriram fogo contra tibetanos, diz Dalai Lama
quinta-feira, 21 de agosto de 2008 09:06 BRT
PARIS (Reuters) – O Dalai Lama acusou as tropas chinesas de abrir fogo contra manifestantes no leste do Tibete no dia 18 de agosto e afirmou, em uma entrevista publicada na quinta-feira, que tinha informações não confirmadas de que 140 pessoas foram mortas na ocasião.
O líder espiritual exilado do Tibete disse ao jornal francês Le Monde que o Exército abriu fogo durante um protesto na região de Kham, no leste do Tibete, na segunda-feira.
“Pelas minhas contas, 140 tibetanos foram mortos, apesar deste número ainda ter de ser confirmado”, disse o Dalai Lama, segundo o jornal.
“Desde os combates em março, testemunhas confiáveis disseram que 400 pessoas foram mortas somente na área de Lhasa… Se você considerar a totalidade do Tibete, o número de vítimas é obviamente maior”, disse.